sábado, 19 de Novembro de 2011

Bartolomeu Dias

NOME: Bartolomeu Dias  l  NASCIMENTO: 1450 em Mirandela, Trás-os-montes [??]l  ÓBITO: 29 de Maio de 1500 (com 50 anos) no Cabo da Boa Esperança l  NACIONALIDADE: Portuguesa  l  OCUPAÇÃO: navegador  l  FAMÍLIA: Diogo Dias, irmão e Dinis Dias e Fernandes (parente, navegador em 1440).

PRINCIPAIS FEITOS: Bartolomeu Dias ficou célebre devido a ser o primeiro a dobrar o Cabo da Boa Esperança em 1488 quebrando a ideia de o Oceano Atlântico e o Oceano Índico serem incomunicáveis, sendo assim o primeiro europeu a navegar no Oceano Índico, cartografando tudo o que viu.

BIOGRAFIA: Bartolomeu Dias iniciou a sua carreira como capitão do barco que fazia a volta do Mediterrâneo. Durante a juventude sabe-se que frequentou a Universidade de Lisboa com as disciplinas de Matemática e de Astronomia. Sabia calcular coordenadas geográficas e estava mais apto a enfrentar as tempestades do Golfo da Guiné. Em 1486 o rei D. João II confiou-lhe duas caravelas e uma naveta de mantimentos e esclareceu publicamente que seriam para ter notícias de Preste João, não esclarecendo o seu objectivo: perceber a verdadeira extensão do continente africano. Bartolomeu Dias partiu de Lisboa com as embarcações que o rei lhe confiara, em 1487. Descobriu pelo caminho várias ilhas. Chegou perto da Namíbia e pensando estar perto do fim do continente mandou a naveta de mantimentos ficar ali e esperar. Em seguida, foi apanhado por uma tempestade e afastou-se da costa. Procurou costa para Este e não encontrou, então manda virar para Norte e passados uns dias vêem-se montanhas do lado Oeste e não do lado Este. Tinham passado o Cabo! Passado mais algum tempo sem víveres os marinheiros ficaram revoltosos e para evitar o motim, manda inverter a marcha. No regresso iam sempre avistando terra que lhes permitiu cartografar o percurso. Chegam a Lisboa em 1488. Só em 1500 a Bartolomeu é permitido acompanhar Pedro Álvares Cabral, mas o destino não é a Índia mas sim Sofala na costa oriental de África. A caminho do Cabo da Boa Esperança, levanta-se um temporal, naufragam quatro naus e Bartolomeu Dias morre no local que trouxe à Humanidade.
[Nota: Os dados biográficos de Bartolomeu Dias contêm algumas dúvidas, sobretudo pela existência de homónimos que viveram na mesma época.] 


Trabalho realizado por: João Maria A. A. B. Oliveira
6º ano / turma H / número: 14

Sem comentários:

Enviar um comentário